Aprenda A Fazer Uma Composteira Caseira Reutilizando Baldes De Margarina


Ter uma composteira caseira é um ótimo jeito de reduzir a quantidade de lixo que iria para os aterros. Para fazer uma composteira tendo em vista aproveitamento dos sobras da cozinha, pode-se utilizar uma caixa de plástico, um cercadinho acontecimento com pallets reutilizados ou um balde com tampa para juntar restos de comida, cascas de frutas e também de legumes, pó de moca e também demais resíduos orgânicos criados na cozinha, tomando cuidado para não assentir apinhar por mais de uma semana, pois poderá provocar maléfico cheiro.
Bom, pra quem não sabe, os resíduos orgânicos que podemos aproveitar para a compostagem são nossos restos de comida, como restos de frutas, legumes, verduras, casca de ovo, etc.. É bom evitar aqueles de origem animal, como carnes, queijos, além dos alimentos cozidos, por que eles são muito gordurosos e dificultam a degradação do formado.
Os dados são da Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), que também aponta que a maior parte desse lixo doméstico (51%) é de matéria orgânica, como sobras de vitualhas, cascas de frutas, folhas de vegetais e também até pedaços de madeira.
Lembre-se que constituído aumenta capacidade de retenção dos nutrientes e da chuva, favorece aeração do solo e também melhora consequentemente a produção de culturas, para além do facto da compostagem contribuir para diminuir os resíduos enviados para aterro, assim como a necessidade ao uso de fertilizantes químicos.
A composteira funciona deste modo: são três andares; primeiro é onde vai ficar subproduto da compostagem, que é gordura; segundo para com terreno e humus; e último fica com terreno, humus, resíduos orgânicos (como frutas, sementes e casca de ovos) e uma classe de serragem ou palha por cima.
Constituído Orgânico, dentre outras funções, servirá como um corretor das propriedades da Terra, uma vez que regula pH, aumenta a resistência relação às chuvas e erosões, estabiliza fluxo hídrico de acordo com a necessidade da vegetal, além de auxiliar na absorvência de nutrientes essenciais como Fósforo e também Cálcio.
Independente do tamanho de seu quintal ou da quantidade de vasos que cobija, ações como: regar as plantas, rastelar gramado, analisar partes doentes ou com presença de insetos invasores e fazer adubação, são pontos imprescindíveis para um horto saudável e também que podem ser feitas na carência do jardineiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *